Atualizando o FEDORA de uma versão para qualquer outra

Com o novo gerenciador de pacotes do Fedora, o DNF, ficou muito simples mudar de versão do sistema. Para isso bastar seguir os passos abaixo para que o sistema seja atualizado.

Bom para começar se faz necessário instalar o plugin que realiza esta operação, se você não ou fez ainda ou se jamais utilizou o processo de atualização através da linha de comando antes. Então para isso deve ser executados os seguites comandos:

     sudo dnf install dnf-plugin-system-upgrade

ou se preferir, já trocando para um super usuário, pois vamos fazer mais comandos na mesma janela

     sudo -s 
     dnf install dnf-plugin-system-upgrade

O processo todo é feito em duas etapas basicamente, primeiro se faz o download dos pacotes, onde você pode continuar trabalhando sem problemas, e o segundo passo, a instalação propriamente dita, onde você ficará impossibilitado de usar o equipamento.

Então vamos lá, baixando os pacotes de atualização (executar na janela onde você já está como super usuário):

     dnf system-upgrade download --refresh --releasever=27

Troque o parâmetro –releasever= para o número de versão que você quer ir. Normalmente, a maioria dos usuários querem ir para a última versão estável do sistema, porém o plugin permite você fazer qualquer tipo de atualização, então por exemplo, se você está no Fedora 23 e quer ir apenas para o Fedora 25 e não para o Fedora 27, use o –releasever=25, assim você migrará da versão 23 para a 25 diretamente, pulando a 24. Se não quiser pular de versão, utilize –releasever=24. Se quiser ir para uma versão não estável, também é possível, fazendo assim a atualização para a versão rawhide. Lembre-se, versão rawhide são versões instáveis.

Para versão rawhide, é necessário antes de tudo importar a chave gpg, Para identificar qual seria,temos que abrir o diretório /etc/pki/rpm-gpg, e ver o maior número de arquivo que estiver dentro e somar 1, assim se dentro da lista de arquivos você encontrar a versão 27, você deverá fazer o seguinte comando abaixo para verificar a versão 28. Extremamente perigo, somente para entusiastas :)

     rpm --import /etc/pki/rpm-gpg/RPM-GPG-KEY-fedora-28-primary

Se alguns dos pacotes tiverem dependencias não resolvidas, principalmente por causa de pacotes de terceiros que não foram ainda publicados para uma versão não estável, o sistema não continuará até que seja informado na linha de comando o parâmetro extra –allowerasing. Então depois disso, preste muita atenção nos pacotes que serão apagados, se eles não afetarão programas essenciais para o seu trabalho ou para a estabilidade da instalação do seu sistema. Como disse antes, somente para entuasiastas :)

Caso no processo de instalação padrão, novamente por conta de programas de terceiros, alguma dependência não seja satisfeita, você pode acrescentar o parâmetro –best na linha de comando para ter informações mais precisas. Talvez seja mais interessante, fazer a remoção manual de alguns pacotes antes de executar novamente o comando dnf system-upgrade download novamente, e para ajudar a não refazer todo o download novamente, é muito útil acrescentar na linha de comando o parâmetro –setopt=keepcache=1 para o comando dnf, para que assim ele não remova todo o cache antes de começar e refaça o download de pacotes que já estão no seu sistema, perdendo tempo e gastando banda.

Agora vamos para o segundo passo, ativar a atualização propriamente dita, para isso na mesma janela do super usuário fazer:

     dnf system-upgrade reboot

Este comando irá reinicializar a sua máquina, e iniciará o processo de atualização, uma vez que existirá uma opção no gerenciador de boot para isto. Aí é só esperar que processo se complete. (processo longo, vale a pena uma pausa para o café :) )

Atualização do Ubuntu mais antigo para o Ubuntu mais novo

Atualizando a partir de uma versão imediatamente anterior é muito fácil. No entanto, se você ignorou um ou dois lançamentos e atualização para a última versão do Ubuntu, pode não ser muito simples se você seguir o caminho tradicional. Mas, uma abordagem de linha de comando em 5 passos pode ajudá-lo a superar esse problema. Abaixo estão os passos para atualizar do Ubuntu 13.04 (Raring Ringtail) para o Ubuntu 14.04 (Trusty Tahr) como exemplo, mas pode ser usada para qualquer versão.

Antes de começar, lembre-se de fazer backup de todos os seus documentos e todos os outros dados que você considera importante, nunca se sabe o que pode acontecer :).

Atenção: Por favor, siga as instruções em seu próprio risco. Eu suponho que você tem algum conhecimento de Linux e poderá solucionar algum problema que ocorra.

    sudo sed -i 's/raring/trusty/g' /etc/apt/sources.list
    Desabilitar os PPAs de terceiros (opcional, veja a nota abaixo)
    sudo apt-get update && sudo apt-get dist-upgrade
    sudo apt-get install --reinstall ubuntu-desktop
    sudo update-grub
    sudo update-initramfs -u

Nota: Se você tiver PPAs de terceiros instalado, você precisará desabilitá-los. Para fazer isso execute os seguintes comandos antes de executar o comando update

    cd /etc/apt/sources.list.d
    sudo rename 's/(.*)/$1.bak/' *
    sudo find . -type f -name "*" -print | xargs sed -i 's/raring/trusty/g'

Uma vez que todos foram concluídas, reinicie o sistema para acessar a nova versão do Ubuntu 14.04.

Obs: Se você quiser ativar as PPAs de terceiro novamente, basta remover a extensão bak. Para fazer isso

    cd /etc/apt/sources.list.d
    find . -type f -name "*.bak"  -exec rename 's/.bak//' {} \;
Exceto onde for informado ao contrário, o conteúdo neste wiki está sob a seguinte licença: Public Domain